Comissão científica

Comissão cientifica: Prof.ª Graciete Freitas; Prof.ª Cidália P. Vaz; Prof.ª Maria M. Lopes; Prof. Acácio Rodrigues; Dr. Rui Tomé; Drª Teresa Ferreira; Drª Virginia Lopes; Drª Isabel Rio Carvalho

sábado, 7 de Janeiro de 2012

TRICHOPHYTON RUBRUM

O Trichophyton rubrum é um fungo filamentoso septado, antropofílico,  responsável por infecções dos tecidos queratinizados: pele e unhas (muito raramente afecta o cabelo).
É o micro-organismo mais frequentemente isolado em lesões por dermatófitos.
O Trichophyton rubrum apresenta, macroscopicamente, um grande pleomorfismo. Autores separam-no em dois grupos: o que apresenta colónias de textura algodonosa e o que apresenta textura granular.
A forma algodonosa tem menor produção de micronidea em forma de clava e praticamente nunca desenvolve macroconideos, a forma granular produz muitos microconideos e eventualmente macroconideos - os microconideos têm uma disposição espacial que faz lembrar um bando de pássaros pousados em fios de distribuição de electricidade.
Na primo-cultura pode não haver pigmentção no reverso da colónia ou mesmo não haver produção de microconideos.
A onicomicose por T. rubrum pode ser refractária ao tratamento.

A variedade algodonosa é branca e a forma da colónia faz lembrar o chapéu mexicano.


Reverso da colónia com a presença de pigmento de cor característica.
O pigmento produzido difunde mal no meio de cultura pelo que é muito frequente e típico da espécie poder observar-se um circulo de pigmento como de uma roda se tratassse. Mais tarde o pigmento acaba por difundir completamente preenchendo na totalidade o reverso da colónia.

Reverso da colónia.



Reverso da colónia.

Reverso da colónia.



Reverso da colónia.
OUTRA CULTURA


Reverso da colónia







Sem comentários:

Enviar um comentário