blog sobre micologia médica

Patologia Clínica CHUC Coimbra Portugal

Fusarium dimerum keratitis

Artigo publicado: Fusarium dimerum - um caso de queratite.

Artigo publicado: Rinosinusite induzida por Schizophyllum radiatum

quarta-feira, 29 de junho de 2011

MICROSPORUM CANIS

Microsporum canis é um fungo dermatófito. Os cães e gatos são os hospedeiros naturais. O fungo afecta sobretudo as áreas de pele expostas (mãos, membros e couro cabeludo) de crianças. As infecções do couro cabeludo podem ser refractárias ao tratamento com terbinafina sendo necessárias maiores doses e tratamento mais prolongado (interesse da correcta identificação do agente patogénico) .

A colonia, de crescimento rápido,é lisa, a cor é branca ou creme e a textura aparenta um expesso tapete algodonoso. A franja da colónia é amarela e tipicamente estrelada.


O reverso da colónia é quase sempre de cor amarelo-brilhante mas pode ser acastanhada. Podem ocorrer colónias sem pigmento.





M. canis produz abundante macroconidea multiseptada de parede grossa. Os micronideos são raros.

O nº de células varia de 5 a 15. A forma é a de um fuso com o botão na ponta.

Poderão ser necessárias sub-culturas para obter a produção de macroconideos.

Sem comentários:

Enviar um comentário