blog sobre micologia médica

Patologia Clínica CHUC Coimbra Portugal

Fusarium dimerum keratitis

Artigo publicado: Fusarium dimerum - um caso de queratite.

Artigo publicado: Rinosinusite induzida por Schizophyllum radiatum

quinta-feira, 17 de julho de 2014

CLADOPHIALOPHORA BANTIANA

É um fungo filamentoso septado demateaceo. 
Clinicamente, encontra-se associado predominantemente a phaehifomicose cerebral (neurotropismo) e abcessos cerebrais tanto em imunocompetentes como em imunocomprometidos. Também está descrito em lesões sub-cutâneas.

As colónias apresentam um crescimento relativamente rápido, crescem a temperaturas até 42 graus Celsius. A cor da colónia varia de verde-oliva a preto, o reverso é preto.

Os conideos são formados em longas cadeias ramificadas que se originam em conidioforos morfologicamente não diferenciados. Os conideos são elipsoides de paredes lisas. A ausência de um hilo pigmentado no conideo, a ausência de "shield cells" e o facto de crescer a 42 graus faz a distinção para as outras espécies de Cladophialophora.

Estirpe gentilmente cedida pela Drª Dinah Corte Real, do Serviço de Patologia Clínica do Hospital de Santa Maria, Lisboa. A estirpe foi isolada numa amostra biológica de um doente examinada no laboratório de microbiologia.











  

 













Sem comentários:

Enviar um comentário